17 de set de 2010

Salada de bulgur e salmão com molho pesto

Estou apaixonada pelo bulgur! Esta foi uma receita às 4 pancadas, para aproveitar um resto de salmão grelhado que estava no frigorífico. Vamos a isso!!

Rende: 1 porção
Calorias: 360 kcal
Tempo: 7 minutos de microondas + 5 minutos de manobras

Ingredientes
  • Meia posta de salmão grelhado
  • 30 g bulgur
  • 1 tomate
  • cebola
  • alface
  • meia cenoura ralada
  • meia colher de sopa de pesto de mangericão
  • pitadinha de sal
  • beterraba (usei pickles de beterraba)
  • sumo de meio limão
Procedimento
  1. Colocar 70 g de água no microondas num recipiente próprio. 2 minutos na potência máxima até ferver.
  2. Juntar o bulgur e uma pitada de sal. Cozer 5 minutos na potência máxima. Depois tira-se e solta-se os grãos com um garfo.
  3. Lavar os legumes. Ripar a alface, misturar com o tomate fatiado, a cebola e a beterraba (usei pickles de beterraba).
  4. Colocar os legumes num prato, envolver o bulgur e o salmão (que aqueci no microondas) partido em pedaçose regado com sumo de limão.
  5. Juntar uns bocadinhos de molho pesto.

16 de set de 2010

Peito de galo no wok com legumes e puré de abóbora



Eu adoro cozinhar no wok! É rápido e saudável...e é incrível como consigo sujar tanto em tão pouco tempo, mas pronto. Além de não deixar de ser uma fritura (e de se manobrar o wok com tudo a saltar e a salpicar tudo), o facto de fazer as coisas a correr com ingredientes e utensílios a voar à minha volta não ajuda muito.
E foi um almoço com direito a duas horas de limpeza!
O galo, todo ele era genica naquela capoeira, já cá canta!

O puré foi um devaneio aqui da menina...nem vi receitas nenhumas nem nada mas vou repetir brevemente misturado com puré de courgette e com leite de côco em vez de leite normal. Ah pois! De low carb não tem muito (porque a abóbora é doce) mas não leva a farinha normal.

A
farinha de amêndoa faz-se assim: escalda-se a amêndoa em água fervente, pela-se e vai ao forno alto uns 5 minutos tostar. A minha tostou demais e ficou castanha! Depois é só pulverizar na bimby, velocidade 7-8-9.

Rende
: 1 porção
Calorias
: 300 kcal (frango) + 120 kcal (puré)
Tempo
: 20 minutos

Ingredientes para o Galo no Wok
:
  • 1 bife de peito de galo (dar umas marretadas para ficar mais tenro)
  • 2 dentes de alho
  • meia cebola
  • colher de chá de margarina magra
  • colher de chá de azeite
  • piri-piri, sal, pimenta
  • 1 colher de café de açafrão em pó
  • meio courgette
  • 1/4 covete de cogumelos frescos
  • um restinho de tofu que estava triste no frigorífico
Ingredientes para o Puré de Abóbora:
  • 1 chávena (200g) de abóbora cortada aos pedaços
  • uma colher de chá de manteiga magra
  • três colheres de sopa de leite magro
  • pitada de sal
  • noz moscada e cravinho em pó
  • uma colher de chá de farinha de amêndoa
Procedimento (Galo no wok):
  1. Aquecer o wok e juntar o azeite e a margarina. Deixar alourar a carne, manobrar o wok e reservar.
  2. Nessa gordura refogar a cebola e o alho. Juntar a carne refogada, temperar com sal, pimenta e piri-piri e tapar. Deixar cozinhar até o bicho estar tenro. Juntar um pouco de água quente se for necessário.
  3. Juntar o courgette aos cubos, os cogumelos laminados e o tofu também aos cubos pequenos. Temperar com uma colher de açafrão.
  4. Deixar cozinhar os legumes, esperar que a maior parte do molho evapore. Ir manobrando o wok de vez em quando para soltar tudo.
Procedimento (Puré de abóbora)
  1. Na Bimby: abóbora tapada com água. 5 minutos, temperatura 100º, velocidade 1. Escorrer, triturar na velocidade 5-6-7 uns 10 segundos. Fazer descer a abóbora com a espátula e repetir. Juntar a manteiga, o leite e temperar. 7 minutos, velocidade 2, temperatura 100º. Juntar a farinha de amêndoa. Bater tudo na velocidade 5 e está feito.
  2. À mão: cozer a abóbora, escorrer a água, triturar, temperar e juntar a manteiga e o leite. Deixar cozinhar em lume brando até evaporar parte do líquido. No final juntar a farinha de amêndoa. Cozinhar até ficar com a consistência desejada, mexendo sempre.
Que acharam?

15 de set de 2010

Low Carb: Beringelas grelhadas com tofu e presunto


Ontem estava a fazer a lasanha e achei muita piada às beringelas grelhadas. Não é exactamente este o termo, mas achei o sabor neutro, o que as torna um bom substituto da massa, que pode acompanhar qualquer coisa sem que o seu sabor ou textura se sobreponha.

E hoje insisti nesta experiência. Peguei na bela polpa de tomate caseira e numa massa de pimentão também ela feita em casa (mais tarde posto a receita), nos espinafres da horta, nas beringelas vizinhas dos espinafres, nos alhos e cebolas também eles lá de casa...e o tofu e presunto do supermercado! ;)

Fiz um spray de azeite que dá jeito para estes grelhados de legumes. Peguei num frasco de vinagre balsâmico em spray, deixei uns 2 dedos de vinagre balsâmico no fundo e enchi de azeite até meio.

Rende: 1 porção
Calorias: 290 kcal
Tempo: 25 minutos

Ingredientes:
  • 1 beringela
  • 2 chávenas de folhas de espinafres
  • 3 dentes de alho
  • meia cebola
  • polpa de tomate
  • massa de pimentão
  • sal, pimenta, piri-piri, coentros em pó
  • Spray de vinagre balsâmico e azeite
  • Coentros grosseiramente picados
  • 1 colher de sopa de queijo da serra em pó (pulverizei na Bimby)
  • 60 g (meio naco médio) de tofu
  • 30 g de presunto pouco gordo (usei o 5 meses de cura do Pingo Doce)
Procedimento:
  1. Ligar o forno a 200ºC.
  2. Fatiar a beringela muito fininha, pôr de molho com bastante sal durante no mínimo 15 minutos.
  3. Laminar o alho e cortar a cebola às meias luas. Borrifar um pouco de azeite no wok e refogar a cebola e o alho. Tapar e deixar suar uns 5 minutos.
  4. Cortar o tofu aos cubos e picar o presunto. Adicionar ao refogado. Temperar com sal, piri-piri, coentros em pó. Tapar e deixar refogar mais uns 5 minutos.
  5. Juntar a polpa de tomate, a massa de pimentão e os espinafres lavados e bem escorridos. Tapar e deixar cozinhar uns 7 minutos.
  6. Entretanto as beringelas já podem ser grelhadas. Aquecer a chapa, borrifar com azeite e grelhá-las de ambos os lados, temperando-as com pimenta. Dispor num prato fundo de ir ao forno.
  7. Picar grosseiramente os coentros, adicionar ao refogado, abanar o wok para soltar e envolver tudo e retirar do lume.
  8. Juntar este refogado às fatias grelhadas de beringela e polvilhar com o queijo em pó.
  9. 7 minutos de forno alto para gratinar e já está!!
Está quente, cuidado!! ;)


14 de set de 2010

Campo é campo! : Sementes de abóbora tostadas

Hoje estive a arranjar abóbora para congelar. Deixamos as abóboras amadurecer o suficiente, tira-se a casca, lava-se bem, corta-se aos pedaços grandes e congela-se em saquinhos de doses individuais. Como costumo fazer sempre 3 ou 4 refeições cada vez que cozinho, faço sacos maiores (de meio quilo de abóbora cada), a contar com 3 doses ou com uma sopa para meia semana. E hoje decidi aproveitar as sementes. Basta lavá-las bem, tirar os fiozinhos da abóbora, escorrê-las bem e vão ao forno.
  1. Ligar o forno a 180º.
  2. Retirar as pevides da abóbora, lavar e escorrer bem.
  3. Dispor num tabuleiro com papel vegetal ou de alumínio.
  4. Temperar, se desejar. Se quiser simples, basta ir ao forno assim. Se quiser salgadas, basta adicionar sal fino na dose que desejar. Se quiser com outros temperos, regue com uma colher de sopa de azeite e junte o que quiser.
  5. Vai ao forno meia hora. A meio do tempo abana-se o tabuleiro. Deixar arrefecer e reservar numa caixa bem vedada.
Eu temperei com paprika, açafrão, pimenta e um pouco de sal. Come-se bem! É viciante!

Low Carb: Lasanha de beringelas com carne


Outra refeição low carb, já que estamos numa de experimentar! A diferença é, basicamente, que em vez de massa leva beringela e fiz um molho de queijo em vez de molho branco + queijo. A carninha é magra, azeite leva pouco mas depois leva queijo com fartura. LIIIIKE IT! E as beringelas são marca cá de casa, acabadinhas de apanhar! Inspirei-me no blog da Romy, depois de ter visto alguns outros blogs.

Rende
: 4 porções

Calorias: 360 kcal por porção
Tempo: 20 minutos de bimby + 30 minutos de forno

Ingredientes para as beringelas:
  • 2 beringelas grandes (cerca de meio quilo de beringela)
  • sal e pimenta
  • um pouco de azeite para grelhar
Ingredientes para o recheio de carne:
  • 500 g de peito de perú picado
  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 5 g (uma colher de sobremesa) de azeite
  • coentros
  • sal, pimenta, piri-piri
  • polpa de tomate (usei ainda umas 10 colheres de sopa de polpa de tomate caseira)
  • 1 colher de sopa de massa de pimentão
Ingredientes do molho de queijo
  • 100 g de queijo mozzarella
  • 1 queijo fresco (usei magro)
  • 1 chávena (250 g) de leite
  • 2 ovos
  • 1 colher de sopa de farinha maizena
Procedimento para as beringelas
  1. Cortá-las em fatias bem finas. Deixar de molho em água com bastante sal durante meia hora no mínimo.
  2. Aquecer a placa no fogão.
  3. Borrifar com um bocadinho de azeite.
  4. Grelhá-las de ambos os lados, temperando com pimenta. Reservar.
Procedimento para o recheio de carne (a la mano)
  1. Refogar a cebola e os alhos picados com o azeite.
  2. Juntar a carne de perú picada e temperar (sal, piripiri, pimenta). Cozinhar até estar tenra, durante uns 10 minutos em lume médio.
  3. Juntar a polpa de tomate, massa de pimentão e rectificar os temperos. Deixar engrossar.
  4. Por último, juntar os coentros picados. Tirar do lume e reservar.
Procedimento para o recheio (Bimby)
  1. Picar a cebola e os alhos, 5 segundos na velocidade 5.
  2. Juntar o azeite e o perú picado. Temperar com sal, pimenta, piri-piri. Programar 10 minutos, temperatura 100º, velocidade 2.
  3. Adicionar a polpa de tomate e massa de pimentão. Programar mais 5 minutos com a mesma temperatura e velocidade.
  4. Rectificar os temperos. Juntar o coentros picados e programar 1 minuto, velocidade 1, colher inversa. Reservar.
Procedimento para o molho de queijo (a la mano)
  1. Colocar tudo no liquidificador.
  2. Vai ao lume numa frigideira larga, em lume baixo, mexendo sempre durante 5 minutos.
Procedimento para o molho de queijo (Bimby):
  1. Colocar tudo no copo. Programar 7 minutos, velocidade 4, temperatura 90º.
Montar a lasanha:
  1. Num pirex pequeno dispor uma camada fina de molho de queijo, uma camada de beringelas, uma de carne e uma camada de molho de queijo. Repetir mais uma vez, acabando na camada de molho de queijo.
  2. Vai a forno médio (180º) pré-aquecido durante meia hora ou até ficar castanhinho.
Tirar do forno e mesa com ela. Estava muito boa!!

A foto não ficou muito bonita porque a lasanha desmontou-se toda quando veio para o prato...mas faz um bonito tabuleiro!!

Low Carb: Gratinado de bróculos, cogumelos, espinafres e tomate-cereja


Hoje foi um almoço diferente. Fui comprar uns verdes, juntei alguns verdes da horta e forno com queijo para cima! Não deixa de ser rápido!

Rende: 1 porção
Calorias: 370 kcal com 35 g de hidratos de carbono
Tempo: 20 minutos

Ingredientes:
  • 3 chávenas de brócolos
  • meia covete de cogumelos
  • meia chávena de tomate cereja
  • colher de sobremesa de azeite
  • 2 dentes de alho
  • 1 chávena de espinafres frescos
  • sal, noz moscada e pimenta
  • 20 g de mozzarella ralada
  • 1 queijo fresco magro
  • coentros
Procedimento
  1. Cozer os brócolos al dente
  2. Picar dois dentes de alho, refogar no azeite.
  3. Juntar os brócolos bem escorridos e os cogumelos cortados em quartos. Tapar e deixar refogar em lume médio sem mexer muito durante uns 10 minutos. Abanar o tacho de vez em quando.
  4. Juntar os espinafres, o tomate cereja cortado às metades e o queijo fresco cortado aos cubos. Tapar e deixar cozinhar durante 5 minutos.
  5. Transferir para um pirex pequeno, cobrir com o queijo ralado e vai ao forno alto (220º) pré-aquecido durante 7 minutos.
  6. Retirar do forno e deixar arrefecer um pouco.
Verdinho! ;)

12 de set de 2010

Aproveitar sobras de carne: Bimbos de carne

Parece que esta moda pegou, cá em casa! Na verdade a primeira vez que fiz (os bimbos de peixe) foi em Lisboa, para MIMzinha, como faço sempre quando quero testar qualquer coisa mais diferente. Quando cheguei a casa, depois de defender os meus bimbos durante alguns minutos, tive carta verde: _ Então podemos fazer uns bimbos para o jantar de Sábado!

Oh yeaaaa! Lá foi a Catarina procurar sobras de carne, porque para começar convém ir pelo mais fácil mesmo. Os de marisco ficam prometidos para breve!! Havia no frigorífico alguma carne de vaca assada no forno mas como não chegava fui descongelar um bifonço de perú aqui da capoeira...e digamos que estes bimbos já cá cantam!

Um truque de família é simular o sabor dos enchidos com o tempero dos enchidos! Por isso em vez de pôr chouriço temperei com cravinho em pó e cominhos...e até disseram _ Que cheirinho a chouriço nesta cozinha!!

Rende: 15 bimbos bem recheadinhos (desta vez fiz a massa render mais!)
Calorias
: 140 kcal cada

Ingredientes para a massa
: vejam na receita anterior de bimbos de peixe

Ingredientes para o recheio:
  • 1 bife grande de perú
  • 100 g de sobras de carne de vaca assada (ou a carne que quiserem)
  • 1 cebola
  • 2 tomates maduros
  • 3 colheres de sopa de polpa de tomate (usei caseirinha, feita cá em casa, bem concentrada)
  • 2 colheres de sopa de massa de pimentão
  • 4 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 cenoura
  • 1 pimento verde
  • 5 g (uma colher de chá cheia) de azeite
  • cominhos, cravinho em pó, sal, orégãos, 1 piri-piri
  • 1 copo de vinho branco
  • orégãos e semente de linhaça para decorar
Preparação da massa: ver na receita original de bimbos de peixe Caso não tenham bimby é simples: tudo no liquidificador e bater tudo até ficar homogéneo.

Preparação do recheio (bimby)
  1. Cebola e alhos na bimby. Triturar na velocidade 4, 7 segundos.
  2. Juntar o tomate. 3 segundos, velocidade 4.
  3. Adicionar o louro e o azeite. Programar 3 minutos, temperatura 100º, velocidade 1.
  4. Juntar o bife de perú cortado aos bocadinhos pequenos, a massa de pimentão e o vinho. Temperar com sal, cominhos, cravinho em pó e o piri-piri cortado aos pedaços. Programar 10 minutos, temperatura 100º, velocidade 1.
  5. Enquanto cozinha, cortar a cenoura longitudinalmente e cortar meias rodelas fininhas. Cortar o pimento aos cubos.
  6. Quando apitar, juntar a cenoura e o pimento. Programar mais 5 minutos na mesma temperatura e velocidade.
  7. Enquanto cozinha, cortar a carne assada aos pedaços pequenos.
  8. Quando apitar, juntar esta carne, a polpa de tomate e os orégãos. Programar mais 5 minutos nesta temperatura e velocidade.
  9. Rectificar os temperos. Retirar a folha de louro. Programar 10 segundos velocidade 7.
  10. Reservar o recheio.
Procedimento (a la mano)
  1. Refogar em lume baixo a cebola picada com o alho picado, a folha de louro, o tomate cortado aos pedaços pequenos e o azeite.
  2. Juntar o perú cortado aos pedaços pequenos, o vinho branco, a massa de pimentão. Temperar com cominhos, cravinho em pó, sal e um piri-piri cortado aos pedaços. Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume alto uns 10 minutos, vigiando para não pegar.
  3. Enquanto cozinha, cortar a cenoura em meias rodelas e o pimento em cubos. Adicionar ao refogado e cozinhar durante mais 5 minutos em lume alto. Juntar um pouco de vinho se for necessário.
  4. Adicionar a carne assada cortada aos pedaços pequenos, os orégãos e a polpa de tomate. Cozinhar mais uns 5 minutos, rectificar os temperos e retirar do lume.
  5. Triturar um pouco com a varinha mágica. Não precisa de ficar muito empapado, para que se distinga o pimento e a cenoura. Reservar.
Depois é só forrar forminhas de queijadas com margarina e farinha, deitar uma colher de sopa de massa no fundo de cada uma, sobrepor umas duas colheradas boas de recheio (antes a mais do que a menos) e por cima mais uma colherada boa de massa. Alisar com a colher se for preciso. Salpiquei com orégãos e sementes de linhaça por cima. Vão ao forno pré-aquecido (uns 40 minutos a 180º), desenformam-se de imediato, deixa-se arrefecer uns 10 minutos (saem muito quentes do forno) e comem-se de imediato!

Acompanhei com esparregado de espinafres acabados de apanhar e uma salada de tomate, também ele da família! Oh se estava bom!

11 de set de 2010

Nuvenzinhas de limão


Hoje foi dia do limão cá em casa! Saíram, entre outros, uns bolinhos muito fofinhos. Retirei a receita de um blog de culinária que sigo.

Obrigado à Talita por esta receitinha! Vão ao blog Chocorango, que eu já aprendi umas coisas giras lá!! Os vídeos são a coisa mais fofa!

Estes são daqueles bolos que agradam a toda a gente e que convém ter sempre em casa...além disso destacam-se pela leveza da massa. 5 estrelas!

Rende: 60 bolinhos
Calorias: 40 kcal cada um

Ingredientes:
  • 100g de manteiga à temperatura ambiente
  • 140g de açúcar em pó (ou açúcar normal pulverizado na Bimby)
  • Raspas de dois limões
  • 2 ovos grandes
  • 1 colher (sopa) de sumo de limão
  • 200g de farinha de trigo
  • 95g de farinha maizena
  • 4 colheres (chá) de fermento em pó
Procedimento (Bimby)
  1. Pulverizar o açúcar e a casca de limão. Dar uns toques de turbo.
  2. Adicionar a manteiga e o açúcar e bater na velocidade 2. Juntar os ovos e o sumo de limão e bater na velocidade 4.
  3. Transferir para uma taça grande. Juntar a farinha, maizena e fermento peneirados. Envolver delicadamente.
  4. Num tabuleiro forrado com papel vegetal dispor bolinhas moldadas com duas colheres de sobremesa.
  5. Vai a forno alto (180º) pré-aquecido até ficarem dourados (uns 30 minutos).
Procedimento (a la mano)
  1. Peneirar a farinha, maizena e fermento e reservar.
  2. Bater a manteiga e o açúcar a uma velocidade média até ficarem bem envolvidos. Aumentar a velocidade até obter um creme esbranquiçado e fofo. Juntar as raspas e os ovos um a um e mexer em cada adição. Adicionar o sumo de limão e bater o suficiente para incorporar.
  3. Acrescentar os ingredientes peneirados e misturar delicadamente, sem dar muitas voltas.
  4. Num tabuleiro forrado com papel vegetal dispor bolinhas moldadas com duas colheres de sobremesa.
  5. Vai a forno alto (180º) pré-aquecido até ficarem dourados (uns 30 minutos).
Deixar arrefecer sobre uma grelha e guardar numa caixa bem vedada quando estiverem frios!


Estes foram promovidos a bolos residentes cá de casa. Sim, porque o nosso frasco de bolos tem sempre uns bolinhos mais habitués!! :p Mais uma vez obrigado, Talita!

9 de set de 2010

Caril de lulas e pota com creme de côco

Ontem houve jantarada no Restaurante! Comprei creme de côco no Pão de Açúcar e fui brincar com ele. É semelhante ao leite de côco mas é mais espesso e encorpado. São umas carterinhas que se dissolvem em água quente, adicionando-se no final da confecção do prato, tal como as natas ou o leite de côco. O caril foi um preparado em pó que me trouxeram da Turquia, muito potente. Quando se acabar este, lanço-me nas pastas de caril. E para complementar há uma série de condimentos que fazem toda a diferença: sementes de cardamomo, cravinho, coentros em pó, açafrão, cominhos, gengibre fresco, e a minha eterna amiga malagueta seca, vulgo piri-piri ou jindungo.

Rende: 4 porções
Calorias: 350 kcal
Tempo: 1 hora

Ingredientes:
  • umas 3 chávenas de argolas de lulas e pota
  • meia chávena de miolo de camarão
  • 10 delícias do mar (as lulas encolheram...este é o meu plano B!!)
  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • 2 sementes de cardamomo
  • 2 cravinhos
  • coentros em pó, cominhos, açafrão, caril em pó, gengibre em pó
  • pedaço de 3 cm de gengibre fresco ralado
  • vinho branco
  • saqueta de creme de côco
  • coentros
  • sal
Preparação:
  1. Cortar a cebola às rodelas fininhas. Colocar o cravinho e as sementes de cardamomo (depois de abertas as cápsulas) no wok. Aquecer o wok em lume alto, juntar a margarina, esperar que derreta e fazê-la rodar pelos bordos do wok.
  2. Juntar a cebola e tapar o wok. Deixar suar uns 5 minutos sem destapar, em lume médio baixo, até ficar dourada.
  3. Tirar do lume, retirar a cebola para papel absorvente. Deixar absorver um pouco a gordura.
  4. Triturar a cebola, a polpa de tomate e o alho.Usei a bimby, velocidade 7.
  5. Aquecer novamente o wok com o resto da gordura que ficou. Baixar o lume e juntar este molho. Deixar fritar um pouco e adicionar as lulas e pota bem escorridas de líquidos.
  6. Juntar um pouco de vinho branco e alguma água quente. Temperar com um pouco de sal (muito pouco), a malagueta seca cortada aos pedaços, o gengibre em pó, um pouquinho de cominhos.
  7. Deixar as lulas cozer. Se faltar líquido, juntar mais água.
  8. Enquanto coze, ralar o gengibre. Juntar numa tacinha o gengibre, meia colher de chá de açafrão, 1 colher de chá de caril de boa qualidade, mais um pouco de cominhos, uma colher de chá de coentros em pó. Adicionar meio copo de água quente.
  9. Quando as lulas estiverem cozidas, adicionar o miolo de camarão e as delícias do mar. Deixar cozinhar um pouco.
  10. Verter, depois, a mistura do caril. Deixar evaporar o líquido.
  11. Enquanto apura, dissolver o creme de côco com água bem quente (um copo de água chega). Verter sobre o wok quando começar a ferver.
  12. Envolver, salpicar com coentros picados, desligar o lume e já está!
Acompanhei com um risotto simples e leve e uma salada de alface e cenoura.

8 de set de 2010

Mousse de manga light


Gosto de mousse de manga mas tenho um problema...é demasiado doce. É que a manga já é doce e com o leite condensado fica enjoativo, para o meu gosto. Fui testando umas receitas diferentes, passeando por aí nos blogs. Desprezei natas, leite condensado e açúcar a mais. Usei polpa de manga do Pingo Doce, talvez um pouco mais líquida que a da Globo, mas docinha na mesma. Se fizerem mesmo com manga, para obterem esta consistência e este sabor (sabe mesmo a manga...e não a leite condensado) talvez umas duas mangas de bom tamanho cheguem.

Rende
: 4 porções boas
Calorias
: 130 kcal
Tempo: 7 minutos

Ingredientes
  • 2 iogurtes naturais magros
  • 2 colheres de sopa de açúcar light
  • 3 folhas de gelatina incolor
  • 1 clara de ovo
  • meia lata grande de polpa de manga (do Pingo Doce)
Procedimento
  1. Cortar as folhas de gelatina e deixá-las de molho numa tacinha própria para micro-ondas, com um pouco de água fria.
  2. Bater a clara em castelo. Adicionar uma colher de açúcar. Bater novamente.
  3. Misturar a polpa de manga e os iogurtes noutro recipiente (usei a bimby, velocidade 4).
  4. Escorrer a água da gelatina. Vai ao micro-ondas 40 segundos na potência máxima. Se tiver farrapos, programar mais algum tempo (nunca muito!).
  5. Mexendo sempre, adicionar a gelatina ao preparado de manga. Mais uma vez usei a bimby (coloquei a gelatina pelo bocal, na velocidade 2).
  6. Adicionar a colher de açúcar que falta.
  7. Envolver as claras em castelo com cuidado.
  8. Verter para tacinhas. Vai ao frigorífico umas 5 horas, até solidificar.
O resultado foi uma mousse com um sabor intenso a manga, leve e fresca.

7 de set de 2010

Aproveitamento de sobras: Bimbos de peixe


Como o que é fofo é bimbo, lá dizia o anúncio, e em honra à sua mãe, bimby, em vez de fofos (que é um nome já batido) estes são mesmo bimbos! A mãe deles, bimba para os amigos, se falasse estaria muito babada com esta criação!
Na verdade já tinha a pulga atrás da orelha para fazer esta receita há muuuuito tempo! Foi desta, aproveitando umas sobras de peixe cozido. De facto, e reforçando os comentários que tenho visto em blogs, são fofíssimos, a massa levíssima...óptimos! Estão mesmo a pedir um arrozinho de tomate malandrinho e uma salada de alface!
Quanto às sobras...faço destas coisas! Quando tenho peixe cozido ou grelhado meto numa caixinha no congelador...e fica na fila para rissóis, quiches, souflés ou, agora, bimbos!

Rende
: 11 bimbos
Calorias
: 130 kcal por cada bimbo
Tempo
: 10 minutos refogado + 1 minuto massa + 20 minutos forno

Ingredientes massa:
  • 250 g farinha
  • 2 colheres de chá de fermento
  • 1 colher de café de sal fino
  • 250 g leite magro
  • 25 g margarina magra
  • 50 g óleo
  • 2 ovos
Ingredientes recheio
  • 200 g peixe cozido
  • 4 colheres de sopa de polpa de tomate caseira
  • 1 colher de sopa de massa de pimentão
  • meia cebola
  • 2 dentes de alho
  • folha de louro
  • piri-piri
  • temperos a gosto: cravinho em pó, noz moscada, pimenta, orégãos
  • 5 g azeite
  • um pouco de vinho branco
Procedimento:
  1. Ligar o forno a 180ºC.
  2. Começar pelo recheio: cebola e alho na bimby. Triturar na velocidade 4.
  3. Juntar o azeite, a folha de louro e o piri-piri. 5 minutos, 100º, velocidade 1,5.
  4. Juntar o peixe desfiado, o viho branco, temperar com cravinho em pó, noz moscada, pimenta e orégãos. 5 minutos, 100º, velocidade 1,5, colher inversa.
  5. Enquanto cozinha pode ir untando com margarina e farinha as forminhas de queques ou queijadas (usei formas de silicone e de alumínio...nas de silicone saíu melhor!)
  6. Reservar o recheio e lavar o copo.
  7. Tratar da massa: colocar todos os ingredientes no copo, programar velocidade 3, 50 segundos.
  8. A parte mais engenhosa: acho que em vez de verter a massa directamente da bimby é mais prudente ir tirando às colheradas. Não se acanhem de esticar a massa e fazer mais fofos do que é suposto. Eles não precisam de muita massa para ficarem bonitos e "estáveis"! Basta colocar uma ou duas colehradas de sopa de massa no fundo da forma (a massa é quase líquida...), sobrepor duas colheradas de recheio e mais duas colheradas (ou só uma) de massa. Se ficarem irregulares pode-se dar um jeitinho com a colher. Eu cá gosto deles toscos!
  9. Vão ao forno uns 20/30 minutos, até ficarem dourados. Depois é só deixar arrefecer e devorar!
Fonte: Fórum dos bimbólicos

Um acompanhamento exótico: grão doce com legumes


Na verdade é doce mas não é muito! A ideia era ter no frigorífico um bom guarnecimento para o início da semana. Faço estas coisas ao Domingo e dura-me até Quarta, mais ou menos. Comprei uns pozinhos de perlim-pim-pim novos: coentros moídos, cravinho em pó, molho inglês...e pus a minha magia em prática! Quanto ao grão, tenho em saquinhos pequenos congelado. Demolha-se, coze-se numa panela de pressão e quando está frio é só meter em saquinhos e congelador com ele! A geleia de milho uso-a para fazer barras de cereais e para pincelar tartes e biscoitos. Mas tem um sabor muito suave, muito mais suave que o mel...e ficou a matar!

Rende: três porções de 250 kcal (acompanhamento)
Tempo: 7 minutos de manobras + 40 minutos de forno

Ingredientes
  • 1 chávena de abóbora aos cubinhos
  • 1 alho francês
  • 1 chávena de grão previamente cozido
  • 1 courgette
  • 1 colher de sopa de óleo de amendoim
  • cravinho em pó, açafrão em pó, coentros moídos, canela em pó
  • uma colher de sopa mal cheia de molho inglês
  • pitadinha (inha) de sal fino
  • 1 colher de sopa de geleia de milho
Procedimento
  1. Ligar o forno a 180º.
  2. Num tabuleiro dispor: a courgette com casca cortada aos cubos pequenos, o alho francês cortado às rodelas, a abóbora aos cubos pequenos, o grão. Misturar tudo.
  3. Juntar o óleo de amendoim com a geleia de milho numa tacinha. Misturar bem. Regar os legumes com a mistura e envolver.
  4. Temperar com sal fino, cravinho em pó, açafrão em pó, coentros moídos e molho inglês. Envolver novamente. Polvilhar com canela (pouquinha) no final.
  5. Vai ao forno tapado com papel de alumínio durante uns 20 minutos. Depois destapa-se e deixa-se o líquido evaporar.
Uso não só como acompanhamento mas também como refeição, ao jantar, já que o grão oferece as proteínas necessárias.

6 de set de 2010

Iogurte natural com polpa de manga e muesli tropical


Aqui está uma ideia para um lanche mega light e equilibrado. Fácil de preparar, com ingredientes acessíveis, combinando a proteína, as vitaminas da fruta e os cereais. Promete três horas de energia!

Calorias: 150 kcal
Tempo: 3 minutos

Ingredientes:
  • 1 iogurte natural magro
  • 50 g (4 colheres de sopa) de polpa de manga
  • 2 colheres de sopa de muesli tropical
  • canela
Preparação:
  • É só misturar tudo e já está!
Simples!

2 de set de 2010

Dias cor de rosa: Bulgur com salmão ao molho de beterraba



Hoje estreei-me no bulgur! À semelhança da espelta, é um tipo de trigo cheio de nutrientes, com índice glicémico mais baixo que o arroz ou massa. Deriva de grãos de trigo germinados e partidos em pedaços e à vista é parecido com couscous.

Gostei da experiência...e tendo bulgur já cozinhado no frigorífico é facílimo variar nas saladas e fazer uns pratos diferentes. Para ser mais exótico meti-lhe um bom punhado de hortelã, noz moscada em grão e um pouco de molho de soja.

Rende: 3 doses
Calorias: 320 kcal
Tempo: 20 minutos para cozer o bulgur e o camarão + 15 minutos para o wok

Ingredientes:
  • 100 g de bulgur
  • 1 posta grande de salmão
  • 2 camarões tigre partidos em 3 pedaços
  • 1 piri-piri
  • noz moscada, sal, hortelã fresca, alecrim, mistura de pão e queijo em pó
  • 1 colher de chá de olho de soja
  • meia cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de sopa de azeite
  • pickles de beterraba
  • 1 alho francês (só as partes verdes, de cima)
Preparação:
  1. Cozer o bulgur como vem descrito na embalagem. Eu cozi ao vapor na Bimby, com o camarão no andar de cima, ficando o bulgur com o sabor deste. Cozer o camarão tigre.
  2. Cozinhar o salmão como preferir. Eu temperei com sal, noz moscada, mistura de pão e queijo em pó e alecrim e foi ao forno, na grelha, uns 30 minutos a 180º.
  3. Aquecer o wok. Juntar o azeite, o alho laminado, a cebola, o louro, o piri-piri e o camarão. Deixar refogar mas sem fritar muito.
  4. Juntar o alho francês e a hortelã cortada em pedaços grandes. Manobrar o wok e deixar passar um pouco.
  5. Adicionar o bulgur, mexer e juntar umas 4 colheres de sopa do molho de beterraba das pickles de beterraba.
  6. Enquanto apura um pouco, cortar o salmão em cubos e colocá-lo no wok. Mexer cuidadosamente.
  7. Juntar o molho de soja e alguns palitos dos pickles de beterraba. Manobrar um pouco o wok e já está!
Bonito não é? Bom também...e prático acima de tudo. Além disso, é saudável. Ficou aprovado!