30 de dez de 2010

Peitos de frango recheados com feta e arroz de legumes e açafrão


Hoje aventurei-me numa receita nova. Fiz uma coisa que raramente faço: seguir uma receita à risca. É que mudo sempre qualquer coisa, improviso sempre uma boa parte, tiro gordura, meto vegetais, elimino caldos.

Mas hoje até caldo de galinha de compra usei e foi a primeiríssima vez em 22 anos de vida! Comprei aqueles novos Knorr Natura e um potezinho daquilo tem pouca gordura, também não tem muito sal...e foi menos mal.

Fui um pouco à aventura porque não sou muito entendida em rechear bichos. Depois de examinar os peitos de todos os ângulos, fiz-lhe uns golpes e espetei palitos até parecerem porcos-espinho. Frangos-espinho, melhor dizendo! Tenho pouca paciência...mas sou muito desenrascada, graças a Deus!

Rende: 6 porções
Tempo: 50 minutos

Ingredientes para o frango:
  • 6 peitos de frango grandes
  • 2 colheres de sopa de orégãos
  • sal e pimenta
  • 200 g de queijo feta (sobrou-me um pouco...mas não recheei os bichos como deve ser)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • sumo de meio limão
  • 1 chávena de caldo de galinha caseiro ou com pouco sal
Ingredientes para o arroz:
  • 1 cenoura
  • meia courgette
  • 1 colher de chá de açafrão
  • 1 chávena de arroz
  • 3 chávenas de água quente
  • sal
  • meia cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 folha de louro
Procedimento (Frango):

  1. Desfazer o queijo feta com os dedos, juntar os orégãos e misturar.
  2. Rechear os peitos com o queijo. Entendam-se! Eu fiz pequenos golpes, recheei e fechei com palitos. Mas há-de haver uma maneira mais fácil, digo eu!
  3. Temperar com sal e pimenta.
  4. Aquecer numa frigideira o azeite, em lume médio, juntar os peitos e deixar cozinhar 6 minutos de cada lado, com a tampa fechada.
  5. Se não estiverem bem passados, retirar para uma travessa e reservar. Se não, deixar cozinhar mais um pouco com a tampa fechada, em lume médio.
  6. Quando retirar o frango da frigideira, adicione o caldo e deixe reduzir um pouco.
  7. Juntar a manteiga e o sumo de limão. Subir o lume até o molho começar a engrossar.
  8. Verter o molho sobre os peitos.
Procedimento (arroz):
  1. Aquecer o azeite, juntar a cebola e o alho picados e a folha de louro.
  2. Adicionar o arroz lavado e bem escorrido, saltear em lume médio uns minutos.
  3. Juntar a água, temperar de sal.
  4. Cortar a cebola e a courgette em meias fatias finas e juntar.
  5. Adicionar o açafrão.
  6. Deixar cozer em lume alto.

Depois foi só desenterrar palitos!! Mas que estava bom, estava!!

Esta receita tem dona! Para si, muito obrigado!!

19 de dez de 2010

CatTortilha com carne

Aqui está a famosa CatTortilha, uma espécie de tortilha mas sem batatas e sem ser frita. Ou seja, de tortilha tem pouco. Podia ser uma quiche sem base mas também não tem natas...Podia ser uma fritata mas é um bocadinho diferente. Por isso, chamemos-lhe assim! Aprendi uma receita semelhante no Curso de Receita rápidas para dois da Vaqueiro. Só que esta tinha batata frita palha e bacon.

É uma excelente entrada (simples e saudável) ou um óptimo jantar!


Rende: 16 rectângulos (um rectângulo por pessoa se for entrada, uns 2 ou 3 se for refeição)
Calorias: 85 kcal por rectângulo
Tempo: meia horade manobras + 15 minutos de forno

Ingredientes:
  • 8 ovos
  • 3 febras de porco
  • uma cebola
  • uma cenoura
  • feijão verde
  • couve (um quarto)
  • 3 dentes de alho
  • meio pimento (usei pimento congelado verde e vermelho)
  • 100 mL de leite magro
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 folha de louro
  • pimenta, noz moscada, sal, oréãos, caril em pó, açafrão,cominhos
  • margarina e papel vegetal para o tabuleiro (prefiro usar margarina líquida aqui)
  • queijuuuum (daqueles com sabor, nada de mozzarellas)
Procedimento
  • Cortar o feijão verde e a cenoura em pedaços pequenos. Cozer em água com sal.
  • Ripar a couve, cortar a cebola em argolas finas, laminar o alho e reservar estes legumes num recipiente.
  • Temperar as febras com sal e pimenta e grelhá-las (mal passadas). Cortá-las em fatias muito finas no sentido contrário ao das fibras da carne.
  • Num recipiente bater os ovos, temperar com sal e pimenta e juntar o leite.
  • Cortar o queijo em fatias finas e cortar estas em palitos fininhos. [Para estas coisas costumo usar as sobras do queijo que secam no frigorífico. Cada vez que vou ao queijo reservo as "sobras" e depois uso-as para fazer queijo em pó ou estes palitos.]
  • Ligar o forno a 180ºC.
  • Aquecer o azeite num tacho largo, juntar a couve, cebola,alho e folha de louro e deixar refogar com a tampa até a couve ficar tenra e a cebola transparente.
  • Juntar a carne e o feijão verde e cenoura cozidos. Temperar com sal, pimenta, noz moscada, caril, açafrão e cominhos. Tapar o tacho.
  • Deixar cozinhar mais um pouco e juntar o pimento congelado e os orégãos no final. Tapar e deixar cozinhar mais um pouco.
  • Forrar um tabuleiro com papel vegetal (deitar um pouco de margarina no fundo, colocar a folha e untar com margarina por cima). Deixar umas abas de papel vegetal para depois ser mais fácil desenformar.
  • Dispôr os legumes no tabuleiro e espalharcom um garfo.
  • Verter os ovos e espalhar com o garfo.
  • Salpicar com os palitos de queijo.
  • Vai ao forno uns 15 minutos.
  • Tirar do forno, puxar pelas abas, colocar a tortilha numa tábua de cortar e cortar 16 rectângulos.
  • Dispôr os rectângulos num prato grande e vai à mesa, acompanhada de uma salada (e puré de batata pra encher as peles do irmão).
Toda a gente gostou (até o irmão, que é um esquisito!).