27 de mar de 2010

Noodles de arroz com perú e o q'há cá

O que fazer quando se tem uma ratazana gigante no estômago e uns escassos 20 minutos para actuar?

Arregaçar as mangas, pôr o avental e...não ter pena do fogão!

Rende: 2 porções
Tempo: 20 minutos, et voilà
Calorias: as 500 kcal que um almoço de sábado pós-ginásio merece!

Ingredientes
- 4 mãos cheias de massa de arroz
- 2 bifes grandes de perú
- 1 cenoura grande
- 1/2 lata de ervilhas
- 4 tomates secos
- 1 cebola
- 1/4 de pimento verde
- 1 pedaço de gengibre ralado
- 3 colheres de sopa de molho de soja
- 5 colheres de sopa de vinagre de arroz
- 1 colher de sobremesa de açúcar
- 1 colher de sopa de farinha maisena
- Pimenta
- 2 colheres de sopa de óleo de amendoim (usei óleo alimentar normal)
- Sementes de sésamo para decoração


Eis os reis da festa: carne bem temperada e massa de arroz, que se encontra nos grandes supermercados. Esta veio do Pão de Açúcar das Amoreiras. Não é cara. Por 2 euros e pouco levam um pacotão que dura muito tempo...

1- Meter dois bifes de perú a descongelar no microondas.
2- Pôr um tacho com água ao lume. Adicionar a massa quando ferver. Deixar cozer consoante as instruções da embalagem (3 minutos, neste caso), e escorrer. Adicionar 1 colher de sopa de óleo de amendoim e mexer com um garfo, para não colar.3- Cortar os bifes em tirinhas e temperar: pimenta, molho de soja, maisena, vinagre, gengibre ralado, açúcar. Deixar marinar uns minutos.
4- Enquanto isso, descascar a cebola e a cenoura. Cortar a cebola em meias luas. A cenoura corta-se no sentido longitudinal e depois em meias-rodelas muito finas, enviesadas. Picar o pimento fininho. Cortar os tomates secos em duas ou três partes, para não ficarem muito grandes.
5- Aquecer bem o wok, deitar uma colher de óleo e de seguida a carne, sem o molho da marinada, que se deve reservar.
6- Adicionar a cenoura, cebola e pimento. Manobrar o wok de forma a pôr essa cor toda a saltar, a virar e a mexer lá dentro!
7- Juntar as ervilhas e o tomate seco.
8- Adicionar ao molho da marinada um pouquinho de água quente e botar no wok. Faço uma batota (os entendidos não aprovam esta parte) e tapo com a tampa (o meu é um neo-wok!!!) e deixo apurar bem.
9- Quando estiver apuradinho (e não esborrachadinho, cuidado!) juntar a massa, bem escorrida. Esta é a parte que menos gosto - envolver tudo. Os orientais usam os pauzinhos, eu uso dois garfos...e às vezes as mãos!!
10- Wok na mesa (é tosco mas tem muita pinta!), assobiar, limpar as mãos e vamos a isso! Vão ver que de barriga cheia o fogão se limpa muito melhor!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário