24 de nov de 2010

Bacalhau à Braz low carb




Uma ideia para um jantar diferente. Gosto muito de bacalhau à braz mas tenho dois problemas: o primeiro é que muitas vezes, se comer fora, é mais batatas à braz do que outra coisa; o segundo é que, além de ser só batatum, é batatum frito! Com ovos em cima!

E então hoje experimentei uma coisa nova. Andei a pedir uns conselhos, e então, se forem do tipo que não gosta de hidratos de carbono à noite (ou se estiverem numa dieta low carb) podem substituir as batatas palha por nabo ralado, couve, rebentos de soja...e até batata doce ralada (especialmente depois do treino).

Eu fiz com couve ripada e nabo ralado. E para simular a batata palha meti-os bem escorridos na Actifry com duas colheres de azeite e um pouco de sal fino. Ficam mais sequinhos mas nunca estaladiços como as batatas palha, mas estas quando vão ao tacho também ficam moles, por isso vai dar ao mesmo.

E a diferença, diria eu, é quase imperceptível. Talvez menos enjoativo!

Rende: 3 doses
Calorias: 320 kcal por dose, 30 g de proteína e 10 g de net carbs
Tempo: 20 minutos na Actifry + 15 minutos de tacho

Ingredientes:
  • 2 nabos
  • um quarto de couve
  • 4 dentes de alho
  • 1 cebola
  • 1 folha de louro
  • sal, pimenta branca e noz moscada
  • ramo de salsa
  • 3 colheres de sopa mal cheias de azeite
  • 2 postas boas de bacalhau (dá uns 350g)
  • 2 ovos grandes
  • azeitonas para decorar
Procedimento
  1. Pôr o bacalhau a cozer num tacho ao lume.
  2. Lavar, descascar e ralar o nabo (usei uma mandolina). Lavar e ripar a couve fininha. Dispôr na Actifry, polvilhar com um pouco de sal fino e juntar duas colheres de sopa de azeite. Programar 17 minutos.
  3. Enquanto "frita", picar a cebola e o alho. Quando o bacalhau estiver cozido, desfiar (costumo deixar pedaços grandes, acho que sabe melhor).
  4. Colocar a cebola e o alho picados num tacho largo com a colher que sobra de azeite. Colocar uma folha de louro. Deixar suar com a tampa fechada em lume baixo.
  5. Sem deixar queimar, juntar o bacalhau. Refogar em lume médio e mexer de vez em quando.
  6. Juntar a mistura de couve e nabo acabados de sair da Actifry.
  7. Envolver, deixar refogar mais um pouco. Enquanto refoga, bater os ovos. Picar primeiro os pés da salsa fininhos e juntar aos ovos.
  8. Quando o bacalhau já estiver bem refogado (e não queimado), baixar o lume e juntar os ovos com a salsa.
  9. Envolver tudo com uma colher, sempre em lume baixo, para os ovos não cozerem demasiado e para não pegar ao tacho.
  10. Quando estiver +/- seco, desligar o lume, polvilhar com as folhinhas de salsa picadas, servir numa travessa e decorar com azeitonas. Podem servir com uma salada de alface!
Uma dica de estudante:
Se fizerem bacalhau a mais, deixem no tacho a dose que querem servir no próprio dia e reservem no frigorífico o que sobrou. Quando quiserem, é só espetar essas sobras no tacho, aquecer um pouco, bater um ovo, juntar e mexer e polvilhar com a salsa. O bacalhau à braz de um dia para o outro fica...nhec.

Se não tiverem Actifry, não se apoquentem. Isto era só uma pequena manha para simular batatas fritas. A couve e o nabo directamente para o tacho também vão muito bem, mas aqui deixem refogar algum tempo para não ficarem rijos!

Boas garfadas!

2 de nov de 2010

SOS receitas rápidas: frango no wok enfarda-estudantes

Uma refeição de tupperware daquelas que se fazem ao fim-de-semana e são para durar até Terça-feira. Basta deixar uns bifes de frango temperados de véspera. Depois é só vestir um avental e dar ao chinelo. Adoro isto!

Rende
: 3 doses
Calorias
: 350 kcal
Tempo
: 20 minutos

Ingredientes
  • 2 chávenas abóbora congelada
  • espinafres congelados (deve ser duas chávenas de espinafres frescos)
  • 1 courgette
  • um pouquinho de chouriço
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 alho francês
  • 350 g bifes de frango cortados em tiras e temperados de véspera (sal, colorau, vinho branco, pimenta, ...)
  • Vinagre balsâmico em spray
A abóbora foi descascada, cortada em pedaços e congelada em saquinhos de doses pequenas. Os espinafres foram arranjados, lavados, escaldados e posteriormente congelados em saquinhos também. No final do Verão há muito trabalho por estas bandas...mas o que é facto é que isto dá muito jeito nestas alturas!


Procedimento
  1. Lavar a courgette e o alho francês. Cortar a courgette em meias rodelas finas e o alho francês em rodelas grossas. Deixar a abóbora e os espinafres a descongelar uns minutos. Cortar a abóbora em cubos grandes.
  2. Colocar metade do azeite no wok. Saltear o frango (escorrido do molho da marinada) aos poucos de cada vez e reservar.
  3. Colocar o resto do azeite no wok e saltear os legumes (meti os espinafres ainda meio congelados lá para dentro). Juntar o chouriço cortado às rodelas fininhas. Borrifar com vinagre balsâmico, dar umas voltas com o wok, deixar apurar bem.
  4. Juntar-lhes a carne reservada, aquecer e transferir para a bela da tupperware.
Txaram!

1 de nov de 2010

Telhas de amêndoa



Uma receita que nunca tinha feito e que adoro! Estas bolachas ficam fininhas, estaladiças, não demasiado doces e bonitas! Para quem gosta desta combinação, experimentem! Ainda por cima são fáceis de fazer.

Rende: 35 telhas
Calorias: 55 kcal cada telha
Tempo: uns 10 minutos de manobras + 4 minutos de forno (fiz umas 5 fornadas)

Ingredientes:
  • 90 g açúcar em pó (ou açúcar normal vaporizado na Bimby)
  • Açúcar baunilhado a gosto.
  • pitada de sal
  • 75 g de farinha peneirada
  • 2 ovos
  • 75 g de margarina derretida (derreti no micro-ondas e deixei arrefecer um pouco)
  • 100 g de amêndoa laminada
Para a amêndoa laminada, comprei a amêndoa crua, escaldei em água a ferver, pelei, laminei e levei a forno alto até tostar, abanando tabuleiro de vez em quando.

Procedimento:
  1. Ligar o forno nos 200ºC.
  2. Vaporizar o açúcar (se usar a Bimby).
  3. Juntar ao açúcar a farinha peneirada, o açúcar baunilhado e o sal.
  4. Mexendo sempre, adicionar os ovos, um a um. (Bimby na velocidade 2 e juntar os ovos pelo bocal).
  5. Adicionar a margarina e envolver. (Mantive a velocidade 2 e adicionei a margarina).
  6. Adicionar a amêndoa e mexer delicadamente. (Mudei para a velocidade 1 colher inversa e transferi a mistura da Bimby para um recipiente).
  7. Colocar o recipiente 10 minutos no congelador.
  8. Forrar um tabuleiro com papel vegetal. Forrar um rolo da massa e outros objectos cilíndricos que tenha (rolo de papel aderente, frasco de café solúvel, ...) com papel de alumínio.
  9. Colocar meias colheradas (de sopa) de massa bem distantes umas das outras. Achatar a massa com a colher, para que fique bem fina com a amêndoa numa só camada.
  10. Vai ao forno 4 minutos.
  11. Retirar com ajuda de uma faca e dispor sobre os cilindros. Deixar arrefecer aí uns 10 minutos, transferindo as telhas para um tabuleiro depois.
  12. Fazer várias fornadas com a massa muito fininha e ir deixando arrefecer à vez nos cilindros.
Aqui estão elas! Estaladiças e leves! A repetir!